Citrino

Ametrino
26 de novembro de 2018

Os tons quentes do Citrino são o complemento perfeito para as cores mais escuras das modas outono e inverno. Os tom amarelo dourado da pedra preciosa, exalam uma sensação do calor de um fogo brilhante. Essas cores fazem do Citrino um acessório ideal para os tons marrons profundos e saturados, que costumam ditar a da moda outono e inverno. Esses tons mais escuros ficam melhores com ouro amarelo ou rosa, assim como o Citrino, que ficará em destaque no visual de uma linda jóia.

A origem do Citrino

Citrino é uma das muitas variedades do mineral Quartzo, que está disponível em mais cores do que qualquer outro mineral – Quartzo Rosa, Ametista, Quartzo Fumê, Aventurina e Praseolita estão entre as outras variedades usadas em jóias, e são todas identificáveis ​​pela sua cor. Citrino é a gema de quartzo mais comum. Ele leva o nome da palavra francesa para limão, embora os citrinos mais valorizados sejam laranja avermelhados ou avermelhados (se for amarelo demais, é simplesmente chamado de “quartzo de limão”). A cor vem de vestígios de ferro.

O Citrino Natural pode ser encontrado nos Montes Urais da Rússia e em Madagascar. A maioria dos citrinos – isto é, a ametista tratada termicamente – vem do Brasil. As cores Ametista e Citrino podem ocorrer juntas no mesmo cristal em algumas gemas da Bolívia. Essas pedras únicas são chamadas de Ametrino.

Durante anos, Citrino foi confundido com o topázio similarmente colorido, que é uma gema completamente diferente – o Topázio é mais duro e mais pesado que o Citrino, e porque tem um índice de refração mais alto, exibe mais brilho em pedras mais finas. Mas por causa de sua cor semelhante, o simbolismo das duas pedras é, portanto, entrelaçado. 

O Citrino além de ser a pedra dos aniversariantes de novembro, é também usada como pedra preciosa para ser usada em uma joia comemorativa do 13º aniversário de casamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *